"Às vezes sinto medo, mas isto não é capaz de me paralisar."
"Sempre busquei novos desafios, horizontes e metas."
"O caminho se faz no caminhar! Eu escolhi é caminhar com paixão, com muita paixão."
55 11 5051-3838
Uma mulher movida a paixão!

Biografia

Minha vida

Nasci em Garça, no interior do estado de São Paulo.

Na infância eu gostava de coisas diferentes. Enquanto as meninas brincavam de boneca eu ia andar de carrinho de rolimã, brincar de polícia e ladrão, subir em árvore e correr de bicicleta. Achava mais emocionante e desafiador.

Aprendi desde cedo o que orna (combina) e o que não orna.

Mudei-me para São Paulo com 7 anos de idade, com meus pais e meus dois irmãos.

Esta cidade de pedra me assustou muito, pois não tinha mais a jabuticabeira no quintal, que floria todo ano e dava frutos deliciosos, e o Foguete, nosso cachorro brincalhão, não veio conosco.

Aqui, ensinaram-me a ter medo. Tínhamos de tomar cuidado com tudo e com todos.

A escola

Estudei no Colégio Pioneiro, de cultura japonesa, onde aprendi a respeitar a cultura e o modo de viver do outro, sabendo que o fato de alguém ser diferente de mim não significa que sejam melhores, nem piores, mas simplesmente, diferentes do meu modo de ser. A disputa e vontade de vencer sempre foram muito fortes em meu ser. Com essa forma de perceber as coisas, minha intuição parecia aflorar mais no cotidiano.

Na escola eu jogava handball: no primeiro tempo eu jogava na linha e no segundo no gol. O chute a gol era dado com muita determinação, garra, raça e vontade de vencer. O empate não era suficiente.

No colegial decidi fazer serviço social como opção de profissão. Meu objetivo era orientar as pessoas a encontrar soluções para os problemas que as afligiam, que as impediam de ver o melhor caminho. Foram quatro anos de muito estudo, dedicação e carinho. Encontrei pelo caminho pessoas que realmente gostavam do que faziam, como encontrei muitos profissionais amargos, não somente com suas profissões, mas com suas próprias vidas.


Primeira Experiéncia Profissional

Quando fiz estágio no Pronto Socorro Municipal Jabaquara, conheci um médico legista. Muito curiosa fui conversar com ele e querer saber o que o motivava a abrir todo dia um cadáver? Ele me respondeu: Primeiro o paciente não reclama. Segundo resolvo muitos casos de polícia (assassinato, homicídio). Terceiro, ajudo na busca de curas para doenças e diagnósticos. Cada caso resolvido me sinto um vitorioso.

Não tive dúvidas: cada pessoa tem que fazer trabalhar, naquilo que realmente gosta e que tenha prazer.


Carreira

Em seguida, trabalhei na Delegacia da Mulher, SOS Menor e na Prefeitura de Garca, durante dois anos. Atendia casais com problemas de relacionamento fazia orientações. Ministrava palestras sobre: orientação sexual, educação infantil, vida conjugal, e sobre superar as dificuldades a dois.

Em São Paulo, decidi que queria trabalhar em uma profissão que pudesse interferir no resultado. Passar a experiência adquirida à outras pessoas e principalmente fazer a diferença.

Na editora de Revista Noivas e Noivos, convivi com o lado fantasia do casamento. Ali percebi despertar em mim o sentimento real sobre minha profissão: entender o relacionamento afetivo entre homem e mulher.

Na Xerox do Brasil trabalhei por seis anos. No departamento de vendas percebi uma coisa maravilhosa, complexa, mágica e energizante. Com um argumento bem feito e técnico, podia vender algo a quase todas as pessoas.

Então, apaixonei-me por vendas! Nunca tinha tido tanto prazer de fazer uma coisa: além de gostar, estava feliz no que fazia. Conversava com todos os tipos de pessoas. Nada me impedia de alcançar os meus objetivos nem a chuva, nem em bairro mal cheiroso e em todo lugar havia um cliente em potencial para comprar uma máquina.

Posteriormente, passei para uma grande empresa, de granitos e mármores, Grupo Moredo. As pedras duras não enrijeceram o meu coração. Cada dia, eu tinha que entender que tal como as pessoas, nenhuma pedra é igual é outra. A diferença é que a pedra depende da natureza e a pessoa faz a diferença na natureza.

Por várias vezes busquei novos desafios, novas metas, novos horizontes. Como uma pessoa arrojada, determinada, eu ia atrás de meus objetivos. Nunca encontrei facilidades. Mesmo a despeito de comentários de pessoas que não enxergavam em mim grande potencial, ou mesmo não reconheciam minha luta e meus eventuais reveses, acertaram apenas os que me disseram: que muita vontade e energia são inesgotáveis!

Sempre me vi como águia destinada a voos cada vez mais altos.

Um dos grandes desafios profissionais vivido com muita intensidade foi a OESP Média, do Grupo Estado. Lá conheci pessoas que moram no meu coração até hoje! Como também pessoas que passaram pela minha vida e não deixaram saudades. Entendo que isso faz parte da vida!

Nestes caminhos profissionais, aprendi que a disputa e a inveja existem no mercado profissional. Senti isso na pele. Da mesma forma que descobri que nem sempre o bem vence e nem sempre o melhor profissional é promovido.

Como todo ser humano, eu também, ás vezes sinto medo, mas isso nunca foi capaz de me paralisar. Quando a depressão ameaça aparecer, sei que existe no fundo do meu poço uma mola enorme e que eu não ficarei por lá. Bato o pé e rapidamente volto à superfície. Acredito muito na minha vontade de enfrentar o novo e o desconhecido.

Adoro conviver e conversar com pessoas e quanto mais eu as ajudo mais me sinto recompensada. Vivo como se estivesse em uma corrida de obstáculos. E muitas vezes eu mesma fui o maior deles. Em outras dei munição para o inimigo, ele atirava em mim e eu me perguntava: porque o municiei? Cada queda doía muito.

Se uma pessoa pode, eu posso e você também pode!

Sempre pensei dessa forma. Sou sim uma mulher motivada por paixão. Acredito que é mais prazeroso realizar uma tarefa quando gostamos dela.

Hoje dirijo as empresas Consulte Brasil e Brasil Força, nas áreas de Consultoria e Treinamento. Meu objetivo maior é transmitir meus conhecimentos, a paixão que me move e os sonhos que almejo. Colaborando para que as outras pessoas encontrem a paixão dentro de si, conheçam seus sonhos e, assim possam crescer pessoal e profissionalmente e que contribuam para o crescimento das organizações que as empregam.

O caminho se faz no caminhar! Eu escolhi à caminhar com paixão, com muita paixão!

Desenvolvido por Dare Dali
© Copyright 2017 Regina Vaz. Todos os direitos reservados.